skip to Main Content
clube@utilizadores.pt ​ ​  ​​ ​ ​ ​  ​​ ​ ​ ​  ​​ ​ ​ ​​ [ Iniciar sessão ]​​

Visualização de Cassetes VHS

Estou com dificuldade em visionar as cassetes VHS na TV SAMSUNG UE2626EH4000WVVC ligado ao video recorder Philips VR161/01

Algum amigo pode ajudar?

Obg

This Post Has 9 Comments

  1. Viva,

    Assim com tanta especificidade de marcas e modelos, mas sem descrever qual a dificuldade, talvez seja complicado responder.

    Talvez descrevendo qual é, em concreto, a dificuldade (o problema), talvez possa ajudar.

    O aparelho de vídeo está ligado por HDMI ao televisor e este não dá sinal, como se não existisse envio do vídeo?

    Se o problema está nesta ligação, e sabe que ambas as portas HDMI enviam e recebem (p.e. com outros aparelhos), talvez possa sugerir experimentar outro cabo.

    Se o problema é outro, descreva-o p.f.

    Cumprimentos

    Luis Neto

  2. O amigo alguma vez teve esse ou outro aleitos de VHS -HDMI a essa porta do Televisor ??? Não sei se sabe para vêr filmes tera que ir aos comandos

    do Televisor e programar para aceder ao video e vêr os filmes ?? Falo desta maneira porque não sei se é a 1ª vez que liga um leitor desses ao HDMI do televisor percebe ??

    Meus cumprimentos

    Luis Afonso

  3. A ligação à TV será mesmo por cabo HDMI ?

    Não será por cabo SCART ?

    Já não uso as cassetes VHS, e não me recordo se ao colocar em PLAY, a TV iria detectar automaticamente a entrada.

    Mas experimente como diz o Luís Afonso. Com o comando da TV escolha a entrada adequada.

    Cumprimentos

    Manuel Dias – Parede

  4. Muito obrigado pela vossa disponibilidade mas o mal está nas cassetes que já têm mais de 20 anos.
    Algumas ainda conseguem ser lidas mas a maioria terei que as deitar fora.

    Manuel Fitas Custodio

  5. Isso aconteceu comigo.

    Tentei rebobinar as cassetes, mas o Gravador não tem muita força para isso. Parava sempre.

    Como as fitas devem estar ‘coladas’ com o tempo, pode tentar com um Rebobinador.

    Se tiver um Rebobinador independente, (como estes têm mais força), pode tentar rebobiná-las várias vezes para ver se se soltam.

    Cumprimentos

    Manuel Dias – Parede

  6. Boa tarde .

    Há firmas que se for muito importante para si as recuperam , Não sei qual o preço , mas tive umas tapes , que eram de certa maneira importantes para mim , estiveram debaixo de água etc e depois de secas consegui que elas fossem lidas para um computador isto há uns anos por um leitot da Toshiba que ate devo ter aqui por casa , mas consegui .

    claro não pelo televisor , mas ligado a uma placa que se aplicava ás torres e que depois de criadas uma partição no disco e com software proprio dessa placa , mas a correr ou windows millenium suponho , ou ja no Xp mas consegui

    Meus cumprimentos

    Luis Afonso

  7. A ligação é através de um cabo Scart.
    Ainda vou experimentar através de um Cabo Video PHILIPS Caixa Aberta, pode ser que obtenha melhores resultados.

    Muito obrigado pela atenção.

    Fitas Custódio

  8. Bom dia, caro Fitas Custódio,

    Penso que entendi o problema que relatou genericamente, mas não percebi um detalhe: já concluiu em definitivo se o problema é efetivamente das cassetes, por serem velhas, como diz, ou subsiste dúvida se o leitor de vídeo funciona ou não? Penso que seria fundamental despistar o problema. Se tiver uma cassete, talvez menos usada, que lhe pareça com maior probabilidade de estar boa, seria conveniente usar essa cassete para tentar chegar a uma conclusão. A ligação por cabo Scart (algumas tv’s já nem possuem esta entrada), é bastante prática para usar com leitor/gravador de vídeo porque a comutação é automática para o canal do vídeo, isto é, quando se insere a cassete, normalmente a TV comuta para o canal do vídeo, sem precisar da intervenção do utilizador para selecionar a entrada. Normalmente percebe-se até visualmente, no ecran da TV, quando esta comuta para o canal do vídeo. Tem a perceção deste facto, ou não nota absolutamente nada? Isto é assim porque a própria eletrónica do televisor (que contempla entrada Scart) dispõe de um chip que deteta o sinal vindo do cabo Scart e comuta para o canal do vídeo. No entanto, gostaria também de referir que já me aconteceu com uma TV Samsung, que eu possuí em tempos, que era necessário eu selecionar o canal 0 (zero) para ele priorizar o canal do vídeo, tendo previamente sintonizado a TV para o sinal vindo do canal 0 do vídeo, usando a entrada RF da TV, devido a avaria dos circuitos da TV da entrada Scart . Em caso de avaria da eletrónica do televisor, pode ser necessário selecionar manualmente a entrada Scart no menu da TV. Seria bom despistar esses detalhes do funcionamento.

    Enfim, em última análise, serão problemas do sistema de transporte ou das cabeças de vídeo, que são os sistemas com desgaste e mais sensíveis dos nossos ‘velhos’ e às vezes saudosos leitores/gravadores de VHS.

    Um abraço,

    Fernando Cabrita

  9. Seguindo os vossos conselhos consegui converter as fitas VHS em DVD. Foi um pouco demorado mas acabou por resultar a 90%. Depois de correr as fitas várias vezes limpei a cabeça de gravação/leitura do DVD DIGITAL & ANALÓGICO RCT389H e após a conversão e “finalizar” o DVD o mesmo ficou em condições de ser lido na TV ou no Computador.

    Possuo também um DOCTOR VÍDEO – VÍDEO ENCODER SYSTEM

    Manuel Fitas Custodio

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *